Do anúncio às mobilizações

Na última segunda-feira (21), o governador do RS José Ivo Sartori anunciou um “pacotão” de extinções de fundações, fusões de secretarias e privatizações. Segundo Sartori, a medida visa conter a crise financeira do Estado. Chegou a afirmar, caso o pacote não passe na Assembleia Legislativa: “não há plano B”.

No dia posterior ao anúncio, terça-feira (22), centenas de servidores realizaram ato em frente ao Piratini. Milhares de funcionários devem perder seus empregos caso o “pacotão” seja aprovado.

Confira a reportagem fotográfica dos dois dias, do anúncio às mobilizações, realizada pelos fotógrafos do Sul21:

21/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Governador Sartori anuncia em coletiva pacote de extinção de 9 fundações, como tve, fee e corag, além de cortes em diversas outras areas. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
jornal-sul21-gs-211116-7742-01
Foto: Guilherme Santos/Sul21
21/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Governador Sartori anuncia em coletiva pacote de extinção de 9 fundações, como tve, fee e corag, além de cortes em diversas outras areas. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
21/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Governador Sartori anuncia em coletiva pacote de extinção de 9 fundações, como tve, fee e corag, além de cortes em diversas outras areas. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais. Foto: Maia Rubim/Sul21
Foto: Maia Rubim/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais. Foto: Maia Rubim/Sul21
Foto: Maia Rubim/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais. Foto: Maia Rubim/Sul21
Foto: Maia Rubim/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais. Foto: Maia Rubim/Sul21
Foto: Maia Rubim/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais. Foto: Maia Rubim/Sul21
Foto: Maia Rubim/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais. Foto: Maia Rubim/Sul21
Foto: Maia Rubim/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais e contra as extinções e o governo Sartori. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais e contra as extinções e o governo Sartori. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais e contra as extinções e o governo Sartori. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais e contra as extinções e o governo Sartori. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais e contra as extinções e o governo Sartori. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais e contra as extinções e o governo Sartori. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
22/11/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Funcionários e sindicatos organizam ato em defesa das estatais e contra as extinções e o governo Sartori. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21

El costo humano de los agrotoxicos – Pablo Ernesto Piovano

Pablo Ernesto Piovano, repórter fotográfico do jornal Página 12, da Argentina, acaba de ganhar o importante prêmio Philip Jones Griffiths Award 2016, com o ensaio El costo Humano de los agrotóxicos.

As imagens captadas pelo fotógrafo são resultado de duas viagens pela Argentina e mais de 6 mil quilometros em busca das histórias das familias afetadas pela utilização massiva de agrotóxicos. Principalmente o glifosato e o 2.4D. Recentemente, no Brasil, o Ministério Público Federal reforçou o pedido de banimento do glifosato por ser um produto cancerígeno. o Herbicida 2.4D também é proibido na maior parte do mundo. Ambos são muito utilizados no Brasil e na Argentina.

Na Argentina, a comercialização de soja transgênica e o uso do herbicida glifosato foram aprovados em 1996. Na época, seu uso foi autorizado após três meses de procedimentos administrativos com base em evidências científicas publicadas pela Monsanto Company, empresa que vende o produto. Desde então, o país tornou-se um campo experimental.

Em 2015, após quase 20 anos, mais de 24,5 milhões de hectares, que representam 60% da área cultivada do país, foram pulverizados com 320 milhões de litros de agrotóxicos por ano. A Argentina tem uma das maiores taxas de uso de agrotoxinas por pessoa no planeta (7,6 litros / 2 galões US). Isto significa um aumento de 1057% em duas décadas.

Apresentando Grandes Fotógrafos de hoje traz aos leitores do f/21 este belíssimo trabalho, também em vídeo:

Ensaio vencedor do prêmio Philip Jones Griffiths Award 2016:

the-human-cost-of-agrotoxins-0021
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-003
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-004
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-006
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-007
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-008
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-009
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-010
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-011
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-012
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-013
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-014
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-0051
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016
the-human-cost-of-agrotoxins-015
Foto: Pablo Ernesto Piovano/Philip Jones Griffiths Award 2016

Fotos da montagem da Feira do Livro de Porto Alegre

Começa hoje a 62ª Feira do Livro de Porto Alegre. O evento está menor em relação ao ano passado, tanto no espaço físico, quanto na quantidade de expositores. Apesar da diminuição do tamanho, estão previstos cerca de 700 sessões de autógrafos com mais de 2 mil autores. Há, ainda, mesas-redondas, oficinas, palestras e programações artísticas diversas. Confira abaixo galeria de fotos da montagem da feira:

26/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62ª Feira do Livro, na Praça da Alfândega. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
26/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62ª Feira do Livro, na Praça da Alfândega. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
26/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62ª Feira do Livro, na Praça da Alfândega. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
26/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62ª Feira do Livro, na Praça da Alfândega. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
26/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62ª Feira do Livro, na Praça da Alfândega. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
26/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62ª Feira do Livro, na Praça da Alfândega. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
27/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62 feira do livro. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
27/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62 feira do livro. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
26/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62ª Feira do Livro, na Praça da Alfândega. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
26/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62ª Feira do Livro, na Praça da Alfândega. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
26/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62ª Feira do Livro, na Praça da Alfândega. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
26/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62ª Feira do Livro, na Praça da Alfândega. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
27/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62 feira do livro. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
27/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Montagem da 62 feira do livro. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21

Cobertura fotográfica do domingo de eleições em Porto Alegre

Contrariando as pesquisas de intenção de voto, que indicavam uma disputa acirrada pelo segundo lugar nas eleições municipais de Porto Alegre entre Raul Pont (PT) e Nelson Marchezan Jr (PSDB), o tucano liderou do início ao fim da apuração neste domingo (2) e acabou com 29,84% dos votos. O vice-prefeito Sebastião Melo (PMDB), que vinha liderando as pesquisas, acabou em segundo lugar, com 25,93%. Raul ficou em terceiro, com 16,37%.

Confira abaixo a cobertura fotográfica do domingo de eleição e acompanhamento dos três primeiros colocados pelas lentes dos fotógrafos do sul21, Guilherme Santos e Maia Rubim.

 

02/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Eleições 2016 para prefeitura, colégio eleitoral júlio de castilhos / urna / eleição / votação. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
02/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Eleições 2016 para prefeitura, colégio eleitoral júlio de castilhos / urna / eleição / votação. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
02/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Eleições 2016 para prefeitura, colégio eleitoral júlio de castilhos / urna / eleição / votação. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
02/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Eleições 2016 para prefeitura, colégio eleitoral júlio de castilhos / urna / eleição / votação. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20161002-jornal-sul21-gs-7281-79
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20161002-jornal-sul21-gs-7304-80
Foto: Guilherme Santos/Sul21
02/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Sebastião Melo concede coletiva após resultado do primeiro turno. Foto: Maia Rubim/Sul21
Foto: Maia Rubim/Sul21
02/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Sebastião Melo concede coletiva após resultado do primeiro turno. Foto: Maia Rubim/Sul21
Foto: Maia Rubim/Sul21
02/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Sebastião Melo concede coletiva após resultado do primeiro turno. Foto: Maia Rubim/Sul21
Foto: Maia Rubim/Sul21
02/10/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Sebastião Melo concede coletiva após resultado do primeiro turno. Foto: Maia Rubim/Sul21
Foto: Maia Rubim/Sul21
20161002-jornal-sul21-gs-6854-02
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20161002-jornal-sul21-gs-6871-03
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20161002-jornal-sul21-gs-7026-08
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20161002-jornal-sul21-gs-7172-13
Foto: Guilherme Santos/Sul21

 

Jesús Abad Colorado: fotógrafo conhecido por retratar a guerra entre as FARC e governo colombiano

Foi assinado ontem (26/09), na Colômbia, um acordo de paz entre governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) que põe fim a um conflito de mais de 50 anos naquele país, e que deixou cerca de 260 mil mortos, além de milhares de desaparecidos. Neste momento histórico, damos sequência ao projeto Apresentando Grandes Fotógrafos com o trabalho do fotojornalista colombiano Jesús Abad Colorado.

Nascido em Medellín em 1967, Abad Colorado trabalhou como Repórter Fotográfico do jornal El Colombiano entre 1992 e 2001 e retratou como poucos a guerra entre o governo colombiano e as FARC. O sofrimento das comunidades afetadas pela guerra, os atos de resistência e as cicatrizes de um conflito de meio século de existência estão presentes no seu trabalho. Para o registro documental de uma guerra, Jesús Abad escolheu o preto e branco: “Creo que es más respetuoso. El color agrede en situaciones de violencia. El blanco y negro le da más carácter de documento, de duelo”, conta.

Suas lentes estavam, sobretudo, focadas nos civis. Naqueles que se encontravam em meio ao fogo cruzado e eram principais vítimas da guerra nas últimas décadas. Foi assim que conseguiu fotos impressionantes, como a de uma criança, que fecha a camisa de seu pai, assassinado pelos paramilitares em San Carlos, em outubro de 1998. A mesma cidade em que, 38 anos antes, a família do próprio Jesús Abad Colorado havia fugido em função da guerra.

10

Sobre o registro da dor dos outros em momentos tão difíceis, Jesús Abad Colorado comenta:“Si yo le doy importancia a un ser humano y él entiende mi solidaridad, seguro no hay problemas en tener ese registro, es mi deber de memoria. Soy testigo”.

Jesús Abad participou de mais de trinta exposições individuais e coletivas e ganhou três vezes o prestigiado Prêmio Simón Bolívar de Jornalismo, da Colombia. Ele é co-autor do livro Relatos e Imágenes: El desplazamiento Forzado en Colombia e Desde la prisión, Realidades de las Cárceles en Colombia.

Confira abaixo entrevista com o fotógrafo e trabalho em vídeo:

E fotografias de uma Colômbia assombrada pela guerra:

Foto: Jesús Abad Colorado
Foto: Jesús Abad Colorado
Enterro coletivo das vítimas de um ataque dos guerrilheiros a um gasoduto em 1998, onde 78 pessoas morreram. Foto: Jesús Abad Colorado
Enterro coletivo das vítimas de um ataque dos guerrilheiros a um gasoduto em 1998, onde 78 pessoas morreram. Foto: Jesús Abad Colorado
Operação do exército colombiano contra ataques da guerrilha, em Jurado, Chocó, em 1999. Foto: Jesús Abad Colorado
Operação do exército colombiano contra ataques da guerrilha, em Jurado, Chocó, em 1999. Foto: Jesús Abad Colorado
Ataque da guerrilha a uma igreja em Bojayá, Chocó. 2002. Foto: Jesús Abad Colorado
Ataque da guerrilha a uma igreja em Bojayá, Chocó. 2002. Foto: Jesús Abad Colorado
Soldado chora após a guerrilha assassinar sua irmã de 13 anos. As FARC pediram para o soldado sair do exército ou matariam sua família. Foto: Jesús Abad Colorado
Soldado chora após a guerrilha assassinar sua irmã de 13 anos. As FARC pediram para o soldado sair do exército ou matariam sua família. Foto: Jesús Abad Colorado
Exodo campesino en San José de Apartadó devido a violencia da guerra. Foto: Jesús Abad Colorado
Êxodo campesino em San José de Apartadó devido à violência da guerra. Foto: Jesús Abad Colorado
Vilarejo de El Aro, Antioquia. Paramilitares passaram cinco dias no local, onde torturaram e mataram 15 pessoas em praça pública. Em seguida, saquearam e incendiaram o local. Foto: Jesús Abad Colorado
Vilarejo de El Aro, Antioquia. Paramilitares passaram cinco dias no local, onde torturaram e mataram 15 pessoas em praça pública. Em seguida, saquearam e incendiaram o local. Foto: Jesús Abad Colorado
Buracos de bala em uma escola, que estavam em meio ao fogo cruzado. Foto: Jesús Abad Colorado
Buracos de bala em uma escola que estava em meio ao fogo cruzado. Foto: Jesús Abad Colorado
Paramilitares vigiam a cidade de Medellin. Foto: Jesús Abad Colorado
Paramilitares vigiam a cidade de Medellin. Foto: Jesús Abad Colorado
Marcha de habitantes do município de Granada pedindo paz depois que um ataque da guerrilha destruiu parcialmente o local. Foto: Jesús Abad Colorado
Marcha de habitantes do município de Granada pedindo paz depois que um ataque da guerrilha destruiu parcialmente o local. Foto: Jesús Abad Colorado

*Com informações do site BBC Mundo, matéria de Juan Carlos Pérez Salazar, e do site PrixPictet

 

Intervenções urbanas são tema de mostra visual na UFRGS

Estreia hoje, às 17 horas, a mostra “Etnografias compartilhadas: narrativas visuais e sonoras do viver urbano em Porto Alegre”. A exposição é resultado de um trabalho desenvolvido por alunos do curso de Ciências Sociais, em parceria com o Núcleo de Pesquisa em Antropologia Visual, ambos da UFRGS.

Munidos de câmeras e gravadores, os alunos narram diversas histórias, pessoas e paisagens que falam sobre o viver urbano em Porto Alegre. Além da orientação da professora Cornelia Eckert e dos pesquisadores integrantes do NAVISUAL, os alunos também contaram com aulas ministradas por renomados fotógrafos e antropólogos de Porto Alegre, como Fernanda Chemale e Luiz Eduardo Robinson Achutti, durante o primeiro semestre de 2016.

Nesta exposição, a antropologia nos convida a deslocar o olhar do senso comum e do próprio viés acadêmico a partir do diálogo e da escuta atenta e sensível às diferentes formas de viver a cidade.

Abertura: 23 de agosto de 2016 as 17h
Visitação: De 24 de agosto a 23 de setembro
Horário: De segunda a sexta, das 08h às 18h
Local: Saguão da Reitoria da UFRGS | Av. Paulo Gama, 110.

Confira alguns trabalhos presentes na Exposição:

LAMBEART_GUI_9915-13
Grupo “Lambendo a Cidade” retratou as intervenções em forma de lambe-lambe
LAMBEART_IMG_0442-2
Grupo “Lambendo a Cidade” retratou as intervenções em forma de lambe-lambe
GIF1
“Pistas e “picos”: Antropologia Visual e Skate em Porto Alegre
GIF3
“Pistas e “picos”: Antropologia Visual e Skate em Porto Alegre

Fotojornalista ganha ação judicial por foto publicada sem autorização

Do site Arfoc-SP

O fotojornalista Léo Pinheiro, ganha ação judicial no valor de R$40 mil, do Partido Socialista Brasileiro (PSB) pela utilização de fotografia de sua autoria, em propaganda partidária televisiva, veiculada no ano de 2013.

Não bastasse usar sem creditar o autor, também foi modificada em sua publicação – a foto original, em cores, foi apresentada em preto e branco e com um recorte diferente, além de não pagar os direitos autorais pela veiculação.

A fotografia, registrada em julho de 2013, no Largo da Batata, sobre a manifestação popular do Movimento Passe Livre, foi premiada concurso “Alemanha no Brasil: um espelho em fotos”, na categoria Sociedade,. Nomeada por “Outono Brasileiro”, faz referência às revoltas da Primavera árabe.

“Estava em casa, assistindo TV, logo vejo um comercial do PSB com a minha foto. A propaganda dizia sobre as manifestações que aconteceram naquela época”, relembra Léo.

O fotojornalista resolveu recorrer à justiça, a ação judicial, iniciada em 2013, teve a sentença somente agora, em julho. O partido político foi condenado a pagar indenização no valor de R$ 40 mil.

O PSB foi condenado, em primeira instância, pelo uso indevido de imagem e por alteração da foto original.

A exibição da foto, feriu os direitos autorais, ao ser usada sem a autorização do autor. De acordo com o despacho da sentença, “Houve exibição não autorizada e sem indicação da autoria do trabalho. Com efeito, o art. 24, incisos I e II da Lei nº 9.610/ 98, assegura ao autor o direito de reivindicar a autoria de sua obra e ter seu nome”.

Além do ocorrido não ser permitido, conforme lei federal de direito de imagem, não houve o pagamento por sua utilização. “Não gostaria que minha foto fosse usada para fins políticos”, finaliza Léo.

 

Veranico de julho

Faz 29 graus num domingo de julho, o verão bota o pé na porta do inverno, a bermuda grita para sair do armário e as mangas compridas são assassinadas! Vida longa ao Veranico de Julho!

Galeria feita na sexta-feira, em pleno inverno.

01/07/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Fim de semana deve ser de tempo bom e aumento nas temperaturas. / clima / sol / calor / veranico. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
01/07/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Fim de semana deve ser de tempo bom e aumento nas temperaturas. / clima / sol / calor / veranico. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
01/07/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Fim de semana deve ser de tempo bom e aumento nas temperaturas. / clima / sol / calor / veranico. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
01/07/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Fim de semana deve ser de tempo bom e aumento nas temperaturas. / clima / sol / calor / veranico. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
01/07/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Fim de semana deve ser de tempo bom e aumento nas temperaturas. / clima / sol / calor / veranico. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
01/07/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Fim de semana deve ser de tempo bom e aumento nas temperaturas. / clima / sol / calor / veranico. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
01/07/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Fim de semana deve ser de tempo bom e aumento nas temperaturas. / clima / sol / calor / veranico. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
01/07/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Fim de semana deve ser de tempo bom e aumento nas temperaturas. / clima / sol / calor / veranico. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21

Pela garantia da cultura na rua, pelo direito à cidade

Foi do meio dia às 22 horas da noite e teve muita cultura, diversão e arte na rua! O Ato Cultural Pela Garantia do Nosso Direito à Cidade ocorreu em frente à Prefeitura e chamou atenção para uma minuta que restringe todo e qualquer tipo de evento e manifestação na cidade a partir da exigência de autorização prévia e pagamento de taxas para o uso da via pública. A minuta foi criada pelo gabinete do vice-prefeito e candidato a Prefeitura de Porto Alegre, Sebastião Melo.

“Uma festa de criança que tu for fazer em um parquinho vai ultrapassar as 30 pessoas e tu vai ser taxado. Isso não é aceitável, uma cidade em que tu não pode se reunir com mais de 30 amigos num parque, fazer uma roda de violão. Não é nem só os artistas de rua”, ponderou Núbia Quintana, artista cênica. (leia matéria completa no Sul21)

Abaixo, fotografias de algumas das apresentações ao longo do dia de ontem:

07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato dos artistas de rua, em frente a Prefeitura. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato dos artistas de rua, em frente a Prefeitura. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato dos artistas de rua, em frente a Prefeitura. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato dos artistas de rua, em frente a Prefeitura. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato dos artistas de rua, em frente a Prefeitura. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato dos artistas de rua, em frente a Prefeitura. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato dos artistas de rua, em frente a Prefeitura. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato dos artistas de rua, em frente a Prefeitura. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato cultural pelo direito a cidade. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato cultural pelo direito a cidade. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato cultural pelo direito a cidade. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato cultural pelo direito a cidade. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato cultural pelo direito a cidade. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato cultural pelo direito a cidade. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21
07/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato cultural pelo direito a cidade. Foto: Guilherme Santos/Sul21
Foto: Guilherme Santos/Sul21

Dilma em Porto Alegre

A presidenta afastada Dilma Roussef veio na sexta-feira a Porto Alegre para lançar o livro “A Resistência ao Golpe de 2016”, no Teatro Dante Baroni, da Assembleia Legislativa do RS. Após, participou de ato na Esquina Democrática. Confira a cobertura fotográfica do dia e alguns retratos da presidenta:

03/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato feminista se concentra em frente à Assembleia Legislativa para receber a presidenta Dilma Rousseff. Foto: Joana Berwanger/Sul21
Foto: Joana Berwanger/Sul21
03/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato feminista se concentra em frente à Assembleia Legislativa para receber a presidenta Dilma Rousseff. Foto: Joana Berwanger/Sul21
Foto: Joana Berwanger/Sul21
03/06/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Ato feminista se concentra em frente à Assembleia Legislativa para receber a presidenta Dilma Rousseff. Foto: Joana Berwanger/Sul21
Foto: Joana Berwanger/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-5680-01
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-5745-04
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-5725-02
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-6169-35
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-6032-23
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-5818-06
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-5964-11
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-5905-09
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-6055-24
Foto: Guilherme Santos/Sul21
Jornal-Sul21-GS-5855-22
Foto: Guilherme Santos/Sul21
Jornal-Sul21-GS-6276-03
Foto: Guilherme Santos/Sul21
Jornal-Sul21-GS-6333-05
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-6158-34
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-6287-37
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-6398-55
Foto: Guilherme Santos/Sul21
Jornal-Sul21-GS-6403-06
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-6429-58
Foto: Guilherme Santos/Sul21
20160603-jornal-sul21-gs-030616-6008-77
Foto: Guilherme Santos/Sul21